tipos de cultura organizacional

16-04-2021

Tipos de cultura organizacional: do mais clássico ao mais moderno

Entenda os principais tipos de cultura organizacional

 

Já falamos em diversos posts aqui sobre o que é a cultura organizacional, exemplos de empresas que têm essa cultura forte e sua importância para as organizações.

A cultura organizacional é fundamental para a motivação dos colaboradores. Mas você sabia que há diversos tipos de culturas organizacionais diferentes?

No post de hoje vamos entender mais essas tipologias.

 

 

 

Afinal, o que é cultura organizacional?

 

Cultura organizacional nada mais é do que um sistema de valores compartilhado por todos os membros de uma organização.

Ou seja, é o conjunto de características valorizadas, compartilhadas e utilizadas por todos os integrantes para atingir os objetivos estratégicos da empresa.

E a cultura organizacional que é materializada no dia a dia de todos que influencia o comportamento dos profissionais, além da forma com que o negócio se organiza.

Para saber mais, vale a pena ler um outro post nosso bem bacana sobre isso, o Guia Rápido de RH: o que é cultura organizacional.

 

 

Benefícios

 

E quais são os benefícios de desenvolver e fortalecer a cultura organizacional? Através de uma cultura organização forte é possível que todos os envolvidos em um negócio melhorem sua compreensão das relações de poder, regras (documentadas ou apenas verbalizadas), interesses, comportamentos, dentre outras.

 

 

 

Tipos de cultura organizacional

 

Em geral, existem 4 tipos principais de cultura organizacional:

 

 

Cultura do poder

 

Nas organizações, essa cultura se reflete em um modelo com alta centralização de poder em uma pessoa e que faz divisões de trabalho baseadas em funções e produtos.

Aqui, o foco são os resultados e, por isso, é comum ter competição entre os profissionais. Já a liderança tende a ser carismática, patriarcal e impulsiva.

 

 

Cultura de papéis

 

É uma cultura que baseia sua abordagem na definição do papel ou do trabalho a ser feito, não em personalidades.

Aqui, o destaque é o organograma, definindo de forma clara qual é o papel de cada colaborador.

Os processos são bem estruturados e devem ser seguidos. Porém, acabam sendo engessados e pouco flexíveis.

Isso acaba gerando uma organização lenta na execução do trabalho.

 

 

Cultura de tarefas

 

Em empresas que adotam esse modelo, a performance é julgada em termos de resultados e problemas solucionados.

Aqui, os colaboradores estão orientados para a solução dos problemas e são flexíveis para lidarem com diferentes tipos de situação.

Isso gera profissionais mais motivados e uma maior satisfação nas atividades diárias.

 

 

Cultura de pessoas

 

Por fim, há a cultura de pessoas, cujo foco é a valorização dos talentos presentes na empresa. Ou seja, o foco é o colaborador.

Assim, entender os diferentes tipos de culturas organizacionais e os diversos impactos sobre as pessoas é fundamental para uma boa gestão.

 

Gostou de saber mais sobre os tipos de culturas organizacionais? E que tal continuar com a gente? Separamos aqui outros 5 posts que, certamente, vão te interessar:

 

Cultura organizacional e trabalho remoto

Test DISC: entenda o que é, como funciona e quais são as suas vantagens

Diversidade e inclusão nas empresas: uma nova demanda do RH

Absenteísmo: o que é e como combatê-lo na minha empresa

Como melhorar o clima organizacional na minha empresa?

 

E para você se manter sempre atualizado e acompanhando as novidades sobre RH e Gestão de Pessoas, siga o Benefi no Instagram e continue acessando o nosso blog.