soft skills

13-11-2020

Soft skills: Diferenciando-se no mercado de trabalho

Entenda o que são as soft skills, quais são as principais e porque elas têm adquirido tanta relevância no novo mercado de trabalho.

 

O mercado de trabalho, a cada ano, sofre mudanças e as exigências e pontos fortes necessários para se destacar diante da concorrência vão se adaptando.

Porém, nos últimos anos, uma tendência tem se consolidado: a importância das soft skills como diferenciação durante o processo seletivo e/ou a promoção dentro da empresa.

Por isso, no post de hoje vamos entender mais sobre as soft skills e como elas são fundamentais para se diferenciar no mercado de trabalho.

 

 

 

O que são as soft skills?

 

Para falar de soft skills, precisamos também explicar sobre as hard skills.

As hard skills são as habilidades técnicas que alguém aprende e são facilmente mensuráveis, como fluência em um idioma ou domínio de uma ferramenta. Já as soft skills são as habilidades comportamentais, sendo que a capacidade da pessoa em sentir, controlar e responder de forma assertiva às suas emoções é fundamental para o desenvolvimento dessas competências.

 

Para entendermos a relevância das soft skills, até o Fórum Econômico Mundial divulgou um estudo chamado de “The Future of the Jobs Report”. Esse estudo apresenta uma lista com as 10 (dez) soft skills mais importantes para as carreiras do futuro até 2022, que são:

 

  • Pensamento analítico e inovação;
  • Capacidade de resolver problemas complexos;
  • Pensamento crítico e analítico;
  • Aprendizado ativo e estratégico;
  • Criatividade, originalidade e iniciativa;
  • Atenção aos detalhes, confiabilidade;
  • Inteligência Emocional;
  • Raciocínio, resolução de problemas e ideação;
  • Capacidade de liderança e influência social;
  • Coordenação de gerenciamento.

 

 

Desenvolvendo as soft skills

 

Em uma matéria da Folha Dirigida, um dos especialistas entrevistados destacou que é possível desenvolver as soft skills. Por exemplo, alguém que não se considera muito criativo ou que não tem muita desenvoltura para falar em público, pode sim desenvolver tais habilidades.

Ou seja, apesar de algumas pessoas terem essa habilidade de “nascença”, é possível que uma pessoa as desenvolva, pois a melhor escola é a vida.

 

 

 

Pós-pandemia: o que as empresas estão valorizando mais

 

A pandemia do coronavírus trouxe mudanças e impactos profundos em diversas esferas, inclusive no modo de trabalho e no próprio mercado de trabalho, além de trazer mudanças acerca das competências que se tornaram mais valorizadas.

Uma pesquisa da empresa de recrutamento Robert Half mostra que adaptabilidade é uma das competências mais valorizadas atualmente devido à pandemia, além da resiliência e da flexibilidade.

Além disso, na sondagem de Índice de Confiança Robert Half (ICRH), 397 recrutadores pontuaram quais habilidades eles acreditam que os profissionais ainda precisavam aprimorar. E, no topo da lista, apareceu o pensamento estratégico, sendo citado por 69% dos respondentes.

 

 

Pensamento estratégico como soft skills

 

Com a pandemia, tem se destacado os colaboradores com capacidade de propor ações emergenciais com os olhos no agora e o pensamento no futuro.

Ou seja, profissionais com uma visão de médio e longo prazo. Além disso, é importante destacar que as empresas precisam de indivíduos com capacidade de resolver desafios.

 

De acordo com o Estadão, o presidente do PageGroup no Brasil, Gil van Delft, pontuou que as soft skills já vinham ganhando importância nos processos seletivos muito antes do início da quarentena.

Da visão de Delft, é muito mais difícil ensinar um funcionário a lidar emocionalmente com um problema profissional do que orientá-lo a usar uma ferramenta técnica como, por exemplo, um novo software. Por isso, com a pandemia, essas habilidades se tornaram preponderantes e muito mais evidentes.

 

 

 

Cursos para aprimorar essas competências na prática

 

Como vimos, através de cursos, capacitações e outras técnicas é possível desenvolver as soft skills. Por isso, trouxemos aqui uma dica prática para você.

 

O Eu Capacito é uma plataforma criada com o objetivo de desenvolver profissionais mais capacitados para a economia digital. Essa plataforma disponibiliza dezenas de cursos gratuitos. Dentro da área de soft skills, são 15 (quinze) cursos online disponibilizados, sendo:

 

  • Como falar em público;
  • Transmita suas ideias com textos e imagens;
  • Introdução à comunicação corporativa;
  • Networking eficiente;
  • Crie confiança com a autopromoção;
  • Gere conteúdo para promover sua empresa;
  • Torne-se um Profissional de Vendas;
  • Torne-se um Especialista em Atendimento ao Cliente;
  • Domine as Competências Pessoais mais requisitadas no Mercado de Trabalho;
  • Como Desenvolver a Colaboração entre a Equipe;
  • Diversidade, Inclusão e Pertencimento para Líderes e Gerentes;
  • Torne-se um gestor de projetos;
  • Como superar os desafios e se reinventar em tempos difíceis;
  • Trabalho Remoto: Colaboração, foco e produtividade;
  • Design Thinking.

 

Desta forma, no atual cenário que tem se consolidado, a pessoa que tiver com as suas soft skills aperfeiçoadas será, certamente, um profissional com grande diferencial para o mercado de trabalho.

Ou seja, as soft skills podem ser uma forma de diferenciação muito positiva no mercado.

 

 

Se você gostou do conteúdo deste post, separamos aqui outros 4 (quatro) posts que, certamente, vão te interessar:

Habilidades Comportamentais e sua importância no atual mercado de trabalho;

Teste DISC: entenda como é, como funciona e quais são suas vantagens;

Resiliência no trabalho: como praticá-la;

Como ser um bom líder: engajando equipes sem usar táticas de motivação.

 

E para você se manter sempre atualizado e acompanhando as novidades sobre RH e Gestão de Pessoas, continue seguindo o Benefi.