rh estrategico

29-09-2021

RH estratégico: você pode transformar seu setor em 4 passos

Entenda o que é RH estratégico, seus objetivos e como implantar na sua organização.

 

Certamente você já ouviu falar em RH estratégico. Mas você sabe o que o termo significa?

Falar sobre esse tema é importante por um simples motivo: as empresas estão se transformando. Essas transformações requerem novos processos e, consequentemente, um novo tipo de RH.

Sendo assim, vamos explicar o que é RH estratégico, suas vantagens e como implementá-lo.

 

RH estratégico x RH tradicional

pilares rh estratégico

O RH estratégico é o profissional — ou o setor — capaz de agregar valor às pessoas e ao negócio a partir de uma gestão integrada.

Seu principal foco são os resultados, a partir da desburocratização de alguns processos.

 

Qual a diferença entre o RH estratégico e o RH tradicional?

 

O RH tradicional, também conhecido como RH operacional, tem seu foco direcionado às atividades burocráticas da gestão de pessoas, ou seja, executa as tarefas fundamentais básicas — como, por exemplo, contratar e demitir funcionários.

O RH estratégico, por sua vez, exerce uma função com mais detalhes, equilibrando seu foco nas ações e nos resultados. De modo geral, busca conectar melhor as pessoas em prol do sucesso da organização.

Como falamos anteriormente, grandes e pequenas organizações estão passando por processos de transformação. Por isso, um novo modelo de gestão de pessoas é fundamental.

Enquanto o RH tradicional limita-se a atividades burocráticas e padronizadas, o RH estratégico vem para mudar positivamente esse percurso focando na integração, na flexibilidade e na diversidade.

Encontramos um vídeo que detalha um pouco mais sobre essas diferenças:

Quais as funções do RH estratégico?

 

Nesse modelo de gestão, as pessoas são parte estratégica da organização.

Sendo assim, o RH estratégico utiliza 4 pilares em sua logística:

  • Visão de processos;
  • Liderança;
  • Análise de dados;
  • Comunicação.

 

Visão de processos

 

Esse é o pilar base para o sucesso de todo tipo de empresa.

Somente tendo conhecimento sobre os processos da organização que o profissional de Recursos Humanos conseguirá identificar suas necessidades e, principalmente, como resolvê-las.

 

Liderança

 

O perfil do RH estratégico está diretamente relacionado ao perfil de um líder.

Naturalmente, o RH é um setor expert em formação e apoio de líderes. Sendo assim, segundo a visão estratégica, o profissional de Recursos Humanos deve ser o primeiro a dar exemplo de liderança.

 

Análise de dados

 

A partir do momento em que o RH lida com dados, consegue ter uma noção real da necessidade de cada situação.

Existem inúmeras ferramentas para essa execução. Um exemplo são os softwares que tabulam dados dos profissionais candidatos a uma vaga de emprego.

 

Comunicação

 

Este é um pilar diretamente relacionado ao perfil de liderança.

Um RH estratégico explora diferentes canais de comunicação para, principalmente, medir o nível das informações passadas entre os colaboradores.

A comunicação serve como uma rica fonte de dados e é ela quem ajuda a otimizar diversas ações.

O mais valioso dos capitais é aquele investido em seres humanos.

 

 

RH estratégico: você pode transformar sua gestão em 4 passos

 

1. Faça um diagnóstico da gestão de RH atual

 

Para realizar qualquer mudança nos processos de uma organização é necessário conhecer detalhadamente a situação na qual ela se encontra.

A implementação de um RH estratégico não é diferente: o gestor de Recursos Humanos precisa ter em mãos dados reais. É importante ter conhecimento dos resultados — positivos e negativos — da atual gestão de pessoas.

O RH estratégico não é apenas o profissional que admite profissionais e encerra contratos. É o profissional que acompanha de perto como está o clima da organização, o ambiente de trabalho, a felicidade dos colaboradores etc.

Por isso, o primeiro passo é entender o que funciona e o que está deixando a desejar na gestão de pessoas da empresa. Rever contratos, modificar funções e até propor mudanças no ambiente físico de trabalho são ações consideráveis nesse momento.

Somente a partir de um diagnóstico bem desenhado, identificando erros e acertos, o profissional conseguirá avançar para um novo modelo.

 

2. Delimite metas desde o começo

 

Saber onde está e para onde quer ir também é fundamental. Portanto, ter metas objetivas para o futuro da gestão que está construindo é uma chave de sucesso.

Você pode definir metas a partir do método SMART: metas específicas, mensuráveis, atingíveis, relevantes e com o tempo definido.

 

3. A tecnologia deve ser uma aliada

 

RH estratégico sem a ajuda da tecnologia é uma realização praticamente impossível.

Processos como os de recrutamento e seleção (R & S), por exemplo, são muito mais assertivos a partir da utilização de softwares específicos.

Utilizando a tecnologia para recrutamento é possível encontrar profissionais alinhados à cultura organizacional da empresa, por exemplo.

Neste texto, listamos 6 ferramentas de R & S que colaboram nesse momento.

 

4. Continue acompanhando resultados

 

A mensuração de resultados é fundamental para manter os processos alinhados aos objetivos organizacionais.

Para isso, você pode utilizar as KPIs — os indicadores chave de desempenho. A partir desses indicadores é possível conhecer o perfil dos profissionais.

 

Conheça 3 indicadores de desempenho:

turnover anual como calcular

  • Turnover: É o índice que quantifica o número de pessoas que entram e saem de uma empresa em determinado período. É uma ferramenta que traz eficiência na hora de identificar se a empresa está perdendo profissionais, além de colaborar para a retenção de talentos.
  • Absenteísmo: É a métrica que quantifica o tempo de trabalho perdido na ausência de algum funcionário. Esse indicador compara as faltas e as horas trabalhadas, gerando um percentual.
  • Headcount: É o indicador responsável pela avaliação do número de funcionários em uma empresa, podendo associá-los por nível salarial, idade etc.

O RH estratégico possui um papel decisivo nas organizações — bem diferente do que acontece com o RH tradicional. Ele colabora com o crescimento do negócio através de um ambiente de trabalho saudável e pessoas motivadas.

 

Agora que você já sabe sua importância e como implementá-lo, que tal começar hoje mesmo um planejamento?