O que é People Analytics

16-04-2020

O que é People Analytics: entenda o conceito em 5 minutos

Você sabe o que é o People Analytics? Neste post, explicamos tudo o que você precisa saber sobre este conceito que traz a análise de dados para o RH.

 

Um dos termos mais curiosos, e eficazes, que surgiram no RH pós transformação digital é o tal do People Analytics. Este conceito tem como finalidade a “trazer a análise de dados para dentro do RH”.

Sim, colocamos aspas na frase para acrescentar um certo tom de ironia mesmo. Trata-se de um conceito lindo, e verdadeiramente inovador. Mas que se não levado a sério pode ficar muito mais na conversa do que na prática. No texto de hoje vamos explicar sem charme ou rodeios, sobre como aplicar o People Analytics na sua empresa.

 

O que é People Analytics?

Com este nome de ferramenta, o People Analytics não é um programa que você contrata, faz o download e instala na sua empresa. Estamos falando de um conceito, um approach, que consiste em usar a análise de dados para tornar o RH mais efetivo.

O People Analytics não é UMA ferramenta. São várias. Por exemplo, o Google Analytics, que talvez seja a ferramenta de análise de dados mais famosa do mundo, é só uma entre as várias outras que o marketing e a TI de uma empresa utilizam para coletar data, avaliar KPIs e tomar decisões.

Neste sentindo, o People Analytics nada mais é do que o simples conceito de tomar decisões com base em dados na gestão de pessoas. Para fazer isso, você pode contar com quantas ferramentas for capaz de gerenciar. Seja para contratar pessoas, avaliar produtividade, avaliar perfil comportamental, mapear atrasos, faltas, ou qualquer outro indicador de desempenho que fizer sentido para a sua realidade.

 

As vantagens do People Analytics

Por que boa parte das empresas do mundo utilizam a análise de dados nos mais variados departamentos? Para fazer o seu dinheiro investido valer mais, ora! Seja em uma campanha de marketing, nas atualizações de um software, aplicativo, em qualquer coisa.

No RH o objetivo é o mesmo: a análise de dados tenta aproveitar ao máximo o investimento em contratações e na gestão. E aqui nos referimos tanto a dinheiro quanto a tempo. Veja algumas vantagens de aplicar este conceito.

  • Maior assertividade nas contratações
  • Retenção de talentos
  • Produtividade
  • Melhora no clima organizacional

 

Onde você pode aplicar o people Analytics:

Talvez a melhor forma de entender o People Analytics e suas vantagens está em saber onde aplicá-lo. Aqui vamos dar alguns exemplos:

  • Nas contratações, através de softwares que mapeiam as necessidades de uma vaga e avaliam os candidatos
  • No monitoramento de metas e entregas diárias
  • No monitoramento de atrasos e faltas
  • No monitoramento de horas extras
  • Na distribuição de tarefas de maneira adequada
  • Na avaliação da equipe
  • Nas decisões de efetivação e de desligamentos

Ou seja. O People Analytics pode ser aplicado em basicamente tudo na gestão de pessoas. Basta você identificar uma necessidade e buscar um parceiro tecnológico para tanto: uma consultoria, um software ou até mesmo seu departamento de TI.

 

Explorando o conceito:

Um das grandes vantagens em trazer a Análise de Dados para o RH está na assertividade em suas decisões, e na clareza e justiça que isso proporciona.

Por exemplo: com um software de análise você entende qual candidato é mais indicado para uma vaga, ou qual colaborador se enquadra melhor em determinada tarefa.

Ao mesmo tempo, com um controle de dados sobre as entregas diárias, você tem um acompanhamento mais próximo do histórico de um colaborador. Caso a produtividade esteja em baixa, você ainda pode utilizar outras ferramentas de análise para identificar porque isso acontece. Imagine ainda que você pode deixar tudo isso automatizado, recebendo alertas positivos e negativos que mereçam sua atenção.

Resumindo, conforme você entende as maneiras mais efetivas de incluir dados na gestão de pessoas, como organizá-los e analisá-los, suas ações se tornam mais justas e assertivas. O que resulta na compreensão e motivação da equipe, pois, teoricamente, suas decisões estão sendo feitas com base em dados, e não gostos pessoais.

 

Como implementar o People Analytics:

Dizer que você utiliza o People Analytics na sua empresa é fácil. Afinal, se você contratar um software que resolve um problema específico, você já estará aplicando o conceito de análise de dados, mesmo que em uma escala menor.

A parte mais complicada é fazer do People Analytics algo onipresente no RH. Isso exige investimento e um certo conhecimento em TI. De qualquer forma, agregar a análise de dados nos seus processos de gestão é, sim, fundamental. Você pode ir fazendo isso aos poucos, um passinho de cada vez, deixando uma coisa levar a outra. Aqui vão algumas dicas.

 

Escolha um objetivo, ou problema para resolver

O que mais vem te atrapalhando nos processos de gestão? A produtividade? Turnover? Faltas? Contratações erradas?

Escolha um objetivo, defina um indicador de desempenho para ser avaliado e busque uma solução. Como já falamos antes, pode ser um software contratado para este programa específico, ou mesmo algum software simplificado desenvolvido pela sua TI, tudo depende do que você quer fazer primeiro.

 

Pesquise softwares

Felizmente, o mercado brasileiro está muito bem servido de ferramentas direcionadas à gestão de pessoas e RH. Existem diversos softwares e soluções que podem te ajudar: contratação, gestão, avaliação de perfil, avaliação de resiliência, controle de pagamentos e benefícios, tudo.

De novo: o que mais te atrapalha hoje na gestão de pessoas? Nosso mercado nacional com certeza já inventou uma solução que pode te ajudar.

 

União entre TI e RH

Conforme você vai agregando ferramentas de tecnologia na gestão de pessoas, é importante aumentar seu conhecimento sobre os conceitos por trás disso. Uma conversa com a TI vai te ajudar entender como os programas são feitos, o que por consequência amplia seus insights para novas possibilidades.

Além disso, uma proximidade entre TI e RH é fundamental para uma coleta mais efetiva de dados, assim como para sua organização e análise.

 

Use os dados!

Por fim, a dica mais importante. O objetivo de usar ferramentas e se aproximar da TI não é para divulgar no relatório de final de ano (ou compartilhar no LinkedIn) que você implementou o People Analytics na empresa. Você adota este conceito para usar, para alcançar melhores resultados, pois foi para isso que o termo foi criado, e ele é bem efetivo nisso.

Assim sendo, se quer implementar o People Analytics na sua empresa, use-o! Tome suas decisões com base nos dados coletados, e confie nelas. Este é o caminho para fazer a diferença no setor de RH.

 

O que você achou deste conteúdo? Se você gostou, também pode se interessar no artigo que escrevemos sobre uma nova tendência de RH que vêm ganhando força após a pandemia do coronavírus. Acesse clicando aqui.