o que é ética profissional

16-01-2020

O que é Ética Profissional e como implementar na sua empresa

Você sabe o que é ética profissional? Neste post vamos explicar tudo sobre este importante assunto: suas definições, comparação com a moral e aplicações em empresas.

 

Ética é uma palavra que pode ser facilmente incluída em quase todos os assuntos do cotidiano. No ambiente profissional isso não é diferente. Afinal, a ética no trabalho é, e deve ser cada vez mais, relevante nas discussões de gestores e departamentos de RH. Ainda mais se levarmos em conta as constantes mudanças que vêm sendo empregadas por influências das novas gerações.

Mas você já parou para pensar o que é ética profissional? Bom, se você pensou, pensou, e pensou de novo, e está com um pouco de dificuldade de explicar, bem-vindo ao clube! O assunto ética vêm sendo discutindo desde quando nossas datas vinham acompanhadas de um “A.C”. Ou seja, desde antes de cristo. E, por mais que seja um conceito formulado, que está bem definido no nosso sub consciente, nem sempre é  tão simples de explicar.

Para quem quer desenvolver um ambiente profissional que tenha na ética um pilar para garantir o bem estar da sua empresa, discorrer sobre o conceito é fundamental. No próximo tópico vamos falar um pouco de teoria. Mas se você quiser ir direto ao ponto, sinta-se a vontade para passar para o próximo. Não vamos achar que isso é falta de ética 🙂

 

O que é ética

O jeito mais simples de explicar é fazendo uma referência à etimologia da palavra. Ética vem do grego “éthos”, que é referente ao modo de ser do indivíduo, ou ao caráter do ser humano. Foram os filósofos gregos os primeiros a associar o conceito à ideia de moral e cidadania.

Ética, então, é o conjunto de valores morais que orientam o comportamento de um indivíduo em reação aos outros na sociedade.

Você já reparou que utilizamos a palavra moral duas vezes neste tópico? Aí que as coisas podem se complicar um pouco. Diferenciar estes dois termos pode ser um pouco confuso, já que ambos têm propósitos semelhantes.

 

Diferença entre moral e ética

Vamos ser breves no assunto, pois sabemos que você está muito mais preocupado em aplicar o conceito de ética na sua empresa do que saber diferenciá-lo de moral.

Um dos jeitos mais legais de explicar (e simples de entender) é que a ética é teoria. A moral é prática. Não atoa, também podemos definir ética como o estudo e reflexão sobre os princípios da moral.

Falando nela… A moral pode ser definida como as regras de conduta aplicadas à determinado grupo ou cultura. Reparou nas duas últimas palavras? Pois então, adquirimos nossos valores morais pela educação, tradição e cotidiano. Ao passo que a ética é um estudo disso tudo, sobre como devemos nos comportar e agir em grupo.

Para finalizar: uma pessoa é ética porque acredita que algo é certo ou errado; Moral é nossa conduta, é aquilo que fazemos, é o que nossa sociedade (cultura) nos diz que é certo. Aqui neste link você encontra uma tabela bem legal com a diferença bem detalhada. Para quem gosta de vídeo, aqui também temos uma boa referência.

 

O que é ética profissional

Caso você tenha lido o parágrafo anterior, entendeu que a ética é uma reflexão sobre os princípios da moral. Assim sendo, podemos definir ética profissional como o conjunto de normas morais que os colaboradores e seus gestores devem aderir para garantir o bem estar no ambiente empresarial.

Resumindo: é o que uma empresa define como norma para que as pessoas trabalhem em conjunto e em equilíbrio. Se o conceito de ética surgiu para garantir honestidade, fidelidade e harmonia entre cidadãos, o mesmo vale para um escritório.

Existem vários meios de se garantir uma boa convivência e boas práticas entre colegas de trabalho. Como você verá adiante mais detalhadamente, gestores podem criar planos, códigos de conduta, ou simplesmente avaliarem os seus próprios hábitos. Mas ser ético, ter moral, apresenta resultados diferentes na perspectivas das corporações e na de seus funcionários.

 

A importância da ética no trabalho

Definir a importância da ética no trabalho é o mesmo que definir a importância de conviver em harmonia. Você prefere trabalhar em meio a pessoas grosseiras e com conduta questionável? Ou com colegas que você pode confiar e que te tratam bem?

Talvez você esteja pensando, “prefiro trabalhar com alguém bom no que faz!”. Mas esta opinião com certeza irá mudar a partir do momento que você se sentir injustiçado ou prejudicado em decorrência do comportamento deste “alguém” profissionalmente qualificado. Além do mais, é possível alcançar excelência sem abandonar a ética. O conceito pode, inclusive, trazer bons resultados para qualquer empresa.

 

Ética profissional em benefício das empresas

Desconsiderando possíveis questões individuais (como problemas familiares), pessoas que trabalham em harmonia umas com as outras são mais felizes. Ou pelo menos enxergam o trabalho com mais prazer. Segundo estudo, a felicidade pode tornar colaboradores até 12% mais produtivos.

A preocupação com o bem estar dos seus funcionários se reflete até mesmo nos resultados obtidos. E se preocupar com a ética profissional é um meio de fazer isso. Além de, é claro, aumentar o comprometimento da equipe uns com os outros, já que estão convivendo de maneira saudável.

Em uma visão de marketing, a ética, quando elevada a parâmetros institucionais, ainda contribui para uma boa imagem da empresa. Tanto no mercado, quanto como marca empregadora. Lembrando de que nada adianta usar a ética apenas como bandeira. Afinal, as redes sociais tem o poder de tornar público o comportamento de uma empresa em questão de minutos.

 

Ética profissional em benefício dos colaboradores

Incentivar a ética profissional também se apresenta positivamente para o próprio funcionário. Aquele que se adequa aos princípios estipulados, tem mais facilidade em ser aceito e respeitado.

Não estamos falando que ética vai tornar uma pessoa mais sociável, fazendo amigos pelos corredores. Mas, se considerarmos que ser ético é ser honesto e prezar pela harmonia com seus colegas de trabalho, podemos imaginar também que um pessoa assim constrói uma boa reputação.

Preferimos confiar em alguém com bons conceitos morais do que no contrário. E isso vale para fechar acordos comerciais, distribuir demandas e até mesmo na contratação e promoção.

 

Os valores e comportamentos da ética profissional

Já usamos bastante teoria. E embora a palavra “valores” possa sugerir que faremos isso de novo, na verdade vamos falar sobre alguns conceitos práticos. Isso facilita ainda mais o entendimento do conceito de ética profissional e ajuda a colocar tudo em prática na sua empresa.

Aqui vão os principais exemplos de valores da ética profissional.

  • Altruísmo: preocupar-se com os outros de maneira espontânea e instintiva
  • Moralidade: seguir os princípios e valores da moral (lembrando que isso varia conforme a sociedade e sua cultura)
  • Virtude: é o que nos torna autênticos, são qualidades positivas
  • Solidariedade: conviver de maneira pacífica com os demais
  • Consciência: discernimento entre o que é certo e o que é errado
  • Responsabilidade ética: assumir as consequências dos seus atos.

 

Mas como isso se traduz na prática? Para deixar mais claro, aqui vamos deixar alguns exemplos de comportamentos éticos:

  • Ser educado com os colegas de trabalho
  • Cooperar
  • Dividir seus conhecimentos quando necessário
  • Respeitar as regras e hierarquias
  • Respeitar os colegas e não prejudicar ninguém
  • Ser conciliador e tentar viabilizar um clima agradável

 

Ficou mais fácil de entender, não é? Agora, o próximo passo para quem quer incentivar a ética profissional, é organizar um plano que valorize este tipo de comportamento.

 

Como incentivar uma postura ética no trabalho

Você pode incentivar comportamentos éticos a partir da própria postura pessoal. Basta seguir os conceitos acima. Mas é sempre interessante colocar tudo no papel, estipular um plano, com normas e regras dentro do ambiente empresarial.

Como falamos antes, a moral está diretamente ligada à cultura de uma sociedade. Assim sendo, alguns comportamentos considerados “normais” para uns, podem ir diretamente na contramão do que outra pessoa acredita.

Neste caminho, empresas estipulam Códigos de Conduta e Ética Organizacional para auxiliar seus colaboradores a adotar um bom comportamento. O mesmo pode ser identificado em um cenário mais abrangente: é o caso dos Códigos de Ética Profissional, estipulados por órgãos que regulam uma profissão como um todo. É o caso da Medicina, Engenharia, Agronomia, entre outros.

Mas, voltando ao universo dos gestores e profissionais de RH, aqui reunimos 9 dicas para você incentivar a ética profissional na sua empresa.

 

1 – Defina seus valores e cultura organizacional

A ética é universal. Mas para incentivá-la no trabalho, um dos primeiros passos deve ser estipular quais os valores que mais se adequam à realidade da sua empresa. Resultados, sustentabilidade, diversidade, flexibilidade são alguns exemplos de valores que sua empresa pode adotar. Ter isso em mente, e no papel, vai te ajudar a colocar em prática um plano de ações com mais clareza e eficiência.

 

2 – Torne estes valores itens relevantes no seu processo seletivo

Não adianta estipular valores e uma cultura organizacional desejada, sem torná-los relevantes no processo seletivo. Pessoas que não se adequam ao perfil da sua empresa normalmente tem vida curta no time. E você sabe bem que reduzir o turnover significa economia para sua empresa. Hoje em dia, existem até mesmo softwares que podem te ajudar a definir seus valores e tornar o processo seletivo mais eficiente.

 

3 – Crie um código e divulgue para os seus funcionários

Sabendo o que é ética profissional, e quais valores você prioriza na sua empresa, o próximo passo é criar um plano. Divulgue para os seus colaboradores e faça isso valer. Do contrário, o esforço terá sido em vão.

 

4 – Lembre-se: gerações diferentes têm prioridades diferentes

Ética profissional significa promover um ambiente com harmonia. Hoje em dia, em um mercado que abriga as gerações X, Y e Z sob o mesmo teto, existe um contraste de prioridades. Enquanto uns colocam a carreira acima de tudo, outros não abrem mão da qualidade de vida. Ter isso em mente é fundamental para evitar mal entendidos e gerar empatia entre diferentes grupos.

 

5 – Valorize a inclusão

Proporcionar inclusão pode ser a chave para criar uma empresa com ambiente harmônico e com diversidade de ideias. Incentivar o respeito e a igualdade torna as pessoas mais conscientes. E isso é benéfico não só para sua empresa, mas também para a sociedade. Nada mais ético.

 

6 – Trabalhe com os líderes

Os líderes não são responsáveis apenas por monitorar e gerir pessoas. Eles são responsáveis por gerar o exemplo. Um líder com comportamento agressivo, por exemplo, está mostrando para seus liderados que é assim que se conquista um lugar de destaque na empresa.

 

7 – Não prometa o que você não pode cumprir

Esta é uma dica bem fácil de entender. Aqui vai um exemplo: se você estipulou que a “flexibilidade” é um valor da sua empresa, deve colocar isso em prática. Do contrário, pode desmotivar aqueles que prezam por isso também. Além disso, passa a mensagem de que é mais importante “vender” do que “entregar”. Já imaginou o prejuízo?

 

8 – Ensine Comunicação Não Violenta

Uma maneira interessante de disseminar a ética no trabalho, é ensinar seus colaboradores a adotar a Comunicação Não Violenta. De uma maneira geral, este conceito consiste em incentivar que as pessoas exponham o seus sentimentos (nunca o contrário), mas usando uma linguagem cordial, sem julgamentos e com sugestão de resolução. Neste artigo você encontra o assunto mais detalhado.

 

9 – Valorize a ética institucional

A ética está ligada aos nosso princípios. Mas isso não quer dizer que você não pode divulgá-los de maneira estratégica. Obviamente, valorizar o comportamento ético da sua empresa perante ao mercado beneficia sua marca e talvez até mesmo os resultados. Mas a questão aqui é outra: quando você valoriza a ética em ações externas, também está passando uma mensagem para os seus colaboradores. Lembre-se: eles são seus primeiros clientes. Todo marketing que você faz se reflete internamente. Valorize a ética, e isso pode influenciar positivamente o ambiente do seu time.

 

O que você achou do nosso artigo sobre ética profissional? Se você gostou, também pode achar interessante nosso post sobre Plano de Carreira.