exame admissional

10-07-2021

O que o RH precisa saber sobre o exame admissional

Entenda o que é o exame admissional, suas características, as principais regras e veja seus benefícios.

 

Muitas vezes o RH precisa contar com o apoio de outros profissionais, dentre eles o médico do trabalho.

Quando pensamos no processo seletivo, muitas vezes é comum esquecermos que o exame admissional é uma das etapas necessárias.

Por isso, no post de hoje vamos entender o que é exame admissional, suas características, principais regras e ver quais são seus benefícios, tanto para a empresa quanto para o trabalhador.

Gostou?! Vamos lá, então!

 

O que é exame admissional?

 

O exame admissional é uma avaliação médica que deve ser feita antes do funcionário iniciar suas atividades na empresa.

É importante pontuar que o exame médico admissional é um dos exames obrigatórios pela CLT (artigo 168) e é feito para comprovar que o novo colaborador está apto para exercer sua função.

O Cremerj explica que o grande objetivo deste exame é determinar o estado de saúde do candidato a emprego, bem como avaliar a adequação de suas condições físicas e mentais específicas de acordo com às exigências para o exercício da ocupação à qual ele se candidata.

 

Para isso, é necessário:

  • Que o exame médico admissional seja realizado antes que o trabalhador ingresse no exercício de suas atividades;
  • Por parte do médico, a entrevista deve ser criteriosa, objetiva, procurando valorizar informações que levem à conclusão sobre o estado geral de saúde, a presença de doenças relacionadas com o trabalho ou não.
  • A finalidade do exame finalidade é explorar a capacidade do candidato exercer sua ocupação, com aptidão e segurança, evitando danos pessoais a si, em seus companheiros de trabalho e no patrimônio da empresa.

 

Quais são os principais exames admissionais?

 

Cada profissão/atividade pode exigir diferentes tipos de exames. Eles vão variar de acordo com as necessidades diárias demandadas por cada ocupação.

Por exemplo, para um profissional que irá trabalhar com construção civil, certamente é importante que ele não tenha alterações cardíacas ou sofra de tonturas para evitar acidentes durante o trabalho, não é verdade?!

Neste caso, exames como eletrocardiograma, eletroencefalograma, dentre outros, podem ser necessários.

 

Assim, os exames mais comuns dentro do admissional são:

  • Anamnese médica: entrevista que o médico faz com o paciente visando entender seu histórico de saúde física e mental.
  • Avaliação Física e Psicológica: O exame clínico completo é realizado depois da anamnese.
  • Exames complementares: Caso a atividade necessite uma avaliação específica, são pedidos exames complementares de acordo com a função. Exemplos: audiometria e acuidade visual.

 

Quais são as principais vantagens do exame admissional?

 

Como vimos, o exame admissional faz parte do processo seletivo. Apesar se parecer algo meramente burocrático, essa etapa traz diversos benefícios, tanto para o colaborador quanto para a empresa.

 

Para o colaborador

 

De acordo o blog da PUC/PR, o exame admissional traz benefícios para o potencial colaborador. De que forma? Por exemplo, esse exame protege o trabalhador que venha desenvolver um problema de saúde ligado à ocupação exercida.

Além disso, o exame admissional também é uma forma de estímulo à qualidade de vida, uma vez que a empresa deve garantir as condições de saúde necessárias para que os colaboradores possam trabalhar sem riscos.

 

Para a empresa

 

Ainda de acordo com a PUC/PR, a realização deste exame também traz benefícios do ponto de vista da organização.

Como? Por exemplo, a empresa se resguarda contra eventuais problemas. Além disso, mesmo que a avaliação identifique alguma doença, é possível seguir com a contratação e adaptar o ambiente e as atividades de acordo com as necessidades do profissional.

Uma outra vantagem é a redução do número de acidentes de trabalho, além das ausências recorrentes por problemas de saúde.

 

Se o candidato tem algum problema de saúde, quer dizer que ele será reprovado no exame admissional?

 

Antes, vamos entender o que é estar APTO?

Ao afirmar que um trabalhador está apto, significa dizer que um determinado trabalhador, em uma determinada data, em um determinado ambiente laboral, com determinados riscos, encontra-se apto a um determinado trabalho que exercerá (admissional e mudança de função), ou que exerce (periódico ou demissional), de acordo com a responsabilidade técnica de um médico (fonte: Portal Saúde Ocupacional).

Assim, de acordo com o Portal Globo, um candidato não deve ser reprovado por ter algum problema de saúde. A avaliação deve considerar o binômio trabalho-trabalhador e os efeitos à saúde dos riscos ocupacionais.

O artigo 1º da Lei 9.029/95 diz que “é proibida a adoção de prática discriminatória e limitativa para efeito de acesso à relação de emprego, ou sua manutenção, por motivo de sexo, origem, cor, estado civil, situação familiar ou idade, ressalvadas, neste caso, as hipóteses de proteção ao menor previstas no inciso XXIII do artigo 7º da Constituição Federal”.

Desta forma, é importante compreender que o exame admissional serve para proteger a saúde do trabalhador e não para discriminar potenciais candidatos à vaga.

Agora que você já sabe mais sobre o que é exame admissional, características e outras questões legais importantes para o RH, que tal continuar se informando com a gente?

 

Separamos aqui outros 4 (quatro) posts que, certamente, vão te interessar:

 

Guia Completo do Processo Seletivo

Comunicação não-violenta nas empresas: uma ideia viável?

Absenteísmo: o que é e como combatê-lo na minha empresa

Cultura organizacional e trabalho remoto

 

E para você se manter sempre atualizado e acompanhando as novidades sobre RH e Gestão de Pessoas, continue seguindo o Benefi.