o que e employer branding

08-05-2020

Employer Branding: entenda o conceito e saiba como aplicar na sua empresa

Com o objetivo de atrair e reter talentos, empresas adotam o Employer Branding como estratégia, unindo Marketing e RH.

 

Talvez a maior semelhança entre Marketing e RH seja o fato de ambos os setores exercerem uma importantíssima influência tanto interna quanto externa em uma empresa. Um exemplo disso está no Employer Branding, conceito que une a responsabilidade de ambas as equipes para fortalecer a marca empregadora da empresa perante o mercado.

Quando funcional, estas ações se refletem tanto dentro dos limites da empresa, motivando, atraindo e retendo talentos, quanto fora, a partir dos resultados práticos que o Employer Branding oferece.

 

O que significa Employer Branding

Employer Branding são as ações de marketing focadas em fortalecer a imagem de marca empregadora de uma empresa. Ou seja, é como a empresa se comunica com o mercado, se apresentando como um bom lugar para trabalhar.

O objetivo disso é atrair os melhores talentos em seus processos seletivos, e também gerar um sentimento de orgulho entre os colaboradores que já fazem parte do time.

 

Diferenças entre Endomarketing e Employer Branding

O conceito Employer Branding é mais novo e também mais amplo do que o Endomarketing. Enquanto no segundo as ações de marketing são focadas na equipe interna, com o objetivo de informar, engajar, motivar e torná-los felizes com a empresa em que trabalham, o primeiro também se expande para o mercado.

De uma maneira mais direta, podemos dizer que o endomarketing foca apenas na parte interna da empresa, enquanto o Employer Branding tem objetivos tanto dentro quanto fora.

Se quiser entender o que é Employer Branding, basta olhar o LinkedIn de uma grande empresa. Suas ações são focadas no colaboradores, mas com o objetivo de alcançar o mercado, apresentando a empresa como um local agradável de se trabalhar.

 

Porque aplicar o Employer Branding na sua empresa

As vantagens de trabalhar a imagem empregadora de uma empresa são muitas. Pois abrangem os benefícios de manter uma equipe motivada, atrai talentos e até mesmo obtém alguns dos resultados de campanhas de marketing diretamente focada nas vendas. Vamos a alguns exemplos.

 

Retenção e atração de talentos

Embora o objetivo mais latente do Employer Branding seja atrair talentos, suas ações só funcionam quando há uma base de funcionários satisfeitos. Neste sentido, não existe estratégia (ou pelo menos não deveria) que não foque em buscar meios de contribuir para a motivação, satisfação e até felicidade da equipe. Atraindo e retendo talentos, naturalmente se reduz o índice de turnover, o que representa uma economia significativa para a empresa.

 

Motivação e produtividade

Como falamos no tópico anterior, as ações de Employer Branding contribuem para a motivação dos colaboradores. Uma pesquisa da Right Management realizada com mais de 15 mil pessoas constatou que pessoas motivadas são 50% mais produtivos.

 

Efeito colaboradores influencers

Esta é uma das grandes sacadas do Employer Branding. A partir do momento em que seus colaboradores estão satisfeitos e motivados, aumenta também o engajamento com as ações da empresa.

Voltando ao exemplo do LinkedIn, que falamos no início do texto, este comportamento pode ser observado com muita facilidade na plataforma. Comprometidos com os objetivos da empresa, colaboradores compartilham o conteúdo de seus empregadores na rede social, aumentando organicamente o alcance das suas ações de marketing.

 

Como aplicar o Employer Branding

Agora que já explicamos o conceito e apresentamos alguns dos seus benefícios, chega a hora de colocar a mão na massa. Antes de mais nada, vale reforçar que é necessário paciência e comprometimento. Uma imagem de marca empregadora não se cria da noite para o dia. Tendo isso em mente, você pode seguir estas 5 dicas que preparamos para você.

 

1 – Comece arrumando a casa

Já deu pra entender ao longo do texto. Mas vale reforçar. Não adianta falar para o mercado que sua empresa é um lugar feliz para se trabalhar se seus colaboradores se encontram desmotivados e pensando em mudar de emprego. Até porque, isso deve reduzir seu engajamento nas redes sociais, o que atrasa e tira a credibilidade de suas ações.

 

2 – Organize um processo seletivo transparente e com um material atraente

Quando alguém vai se aplicar para uma vaga na sua empresa, é comum acessar o seu site e pesquisar mais afundo sobre as características. Neste caso, uma sessão em seu site dedicada a fortalecer sua marca empregadora pode ser interessante, principalmente quando existem informações sobre benefícios e propósito da empresa. Além disso, ter um processo seletivo transparente, informando a quantidade de etapas, e fornecendo feedbacks para os candidatos conforme eles vão passando ou não, faz toda a diferença.

 

3 – Esteja alinhado com o propósito dos seus colaboradores

O propósito é um termo que chegou para ficar no RH. Isso porque, quando colaborador e empresa tem propósitos similares, as chances de esta relação ser benéfica para ambas as partes só aumenta. Neste artigo, falamos mais sobre o tema e como empresas podem ajudar seus colaboradores a viabilizarem seu objetivo de vida em seus empregos.

 

4- Gestão por competências

Competências são um conjunto de habilidades, conhecimentos e aptidões que permitem que uma pessoa tenha mais facilidade em realizar determinada tarefa. A gestão por competências é uma tendência de RH que basicamente consiste em levar em conta as competências de um indivíduo na hora de contratação e distribuição de tarefas.

Entre seus benefícios e objetivos, está justamente facilitar este entrosamento entre candidato x empresa e candidato x cargo, o que contribui diretamente para sua motivação. Para entender melhor sobre tema, indicamos este artigo.

 

5 – Crie ações que engajem seus colaboradores a compartilhar nas redes sociais

Com uma equipe motivada, você está pronto para mostrar isso para o mercado. E nada melhor do que através da voz dos seus próprios colaboradores. Crie campanhas em que seja vital sua participação, e os incentive a compartilhar em suas redes sociais. Desta forma, o alcance aumenta e ganha muito mais credibilidade.

O que está achando dos nossos artigo? Se você gostou deste conteúdo, também pode se interessar sobre o post que escrevemos sobre qualidade de vida no trabalho. Para encontrar mais dicas sobre RH e gestão de pessoas, basta acessar o nosso blog.