Comunicação assertiva

15-01-2021

Comunicação assertiva e seus impactos para os negócios

Entenda o que é comunicação, seus principais elementos e como a comunicação assertiva pode afetar no contexto profissional

 

Quando falamos de soft skills, ou seja, as habilidades comportamentais, a boa comunicação acaba sendo uma das habilidades mais valorizadas, independentemente da área de atuação.

E quando falamos de uma boa comunicação, a comunicação assertiva torna-se relevante no mundo corporativo, onde a busca por resultados acaba sendo um objetivo constante.

Por isso, para entender o que é a comunicação assertiva e qual a sua importância para os negócios, vamos falar exatamente sobre isso no post de hoje.

Ficou curioso? Vamos lá, então!

 

 

 

Mas, afinal, o que é comunicação?

 

A origem da palavra comunicação vem do latim communicatio, que significa “tornar comum a todos” (Fonte: Origem da Palavra).

Ou seja, o objetivo da comunicação não é emitir uma informação, mas ser compreendido. Por isso, a comunicação é composta por 6 (seis) elementos distintos:

 

  • Emissor: aquele que emite a mensagem, ou seja, inicia a comunicação.
  • Destinatário: também chamado de receptor, é aquele que recebe a mensagem do emissor.
  • Código: o modo como a mensagem é transmitida (escrita, fala, gestos, dentre outros).
  • Canal de comunicação: é o meio no qual circulará a mensagem emitida, podendo ser pelo meio físico ou virtual. Ou seja, é o meio de transmissão da mensagem (e-mail, WhatsApp, telefone, dentre outros).
  • Mensagem: basicamente o conteúdo que é transmitido, é a mensagem, o conjunto de informações transmitidas.
  • Contexto: situação que envolve emissor e receptor.

 

Assim, para realizar uma comunicação efetiva é fundamental compreender o funcionamento e o impacto destes seis elementos.

 

 

 

E o que é comunicação assertiva?

 

Antes de explicar o significado do conceito de comunicação assertiva, é fundamental entender o que é a assertividade. A palavra assertividade vem de asserto (sim, com dois “s”), que significa uma proposição decisiva.

Assim, um indivíduo que demonstra assertividade é autoconfiante e não tem dificuldades em expressar a sua própria opinião.

De acordo com o Dicio, assertivo está relacionado com a validade da declaração que, sendo positiva ou negativa, é completamente assumida pelo locutor.

No campo da psicologia, assertivo é aquele que expressa segurança ao agir; que se comporta de maneira firme; que demonstra decisão nas palavras.

Desta forma, assertividade é uma competência emocional que determina que um indivíduo consegue tomar uma posição clara, ou seja, não fica no famoso “em cima do muro”.

 

Assim ficou mais fácil entender o que é comunicação assertiva, não é mesmo?

Como já vimos, a comunicação assertiva é uma das principais competências de um profissional de sucesso.

Desta forma, uma comunicação assertiva é aquela que consegue passar as informações de maneira clara, dinâmica e com empatia, obtendo o resultado esperado. Não tem como falar em comunicação assertiva sem considerar o respeito e a opinião das outras pessoas.

Ou seja, ser assertivo nada tem a ver com ser grosseiro ou o famoso “pronto, falei”. A assertividade está relacionada, também, com empatia e respeito ao próximo.

Assim, a comunicação assertiva é o método de transmitir informações, colocando em prática a habilidade que um profissional tem em se comunicar e se relacionar com os outros, de forma que consiga conquistar a colaboração e atenção de todos.

Quando se fala em comunicação assertiva, ela está relacionada com a mensagem que é transmitida com:

 

  • Segurança;
  • Posicionamento;
  • Sem ruídos.

 

 

 

Características de uma comunicação assertiva

 

As principais características de uma comunicação assertiva são:

 

  • Inteligência emocional: as emoções podem ter diversos impactos na comunicação. Desta forma, é necessário gerenciar as emoções de maneira inteligente para que elas não interfiram negativamente no processo da comunicação.
  • Concisa: Comunicar-se de maneira clara, direta, resumida (mas sem ser superficial), sabendo enfatizar os pontos e argumentos primordiais para embasar a sua ideia.
  • Contexto: Escolher o momento e o tempo certo para se manifestar, ou seja, é essencial sentir e perceber a hora certa de falar. Muitas vezes, por falta de sensibilidade e de empatia, falamos coisas no momento errado.
  • Respeito: a comunicação assertiva respeita o interlocutor e o próximo, de maneira geral. Isso significa que é necessário fazer uma escuta qualificada do receptor e das suas demandas.
  • Linguagem adequada ao receptor e ao contexto: o bom comunicador sabe adequar sua linguagem para facilitar a sua comunicação.

 

 

 

A importância da comunicação assertiva nos negócios

 

E por que a comunicação assertiva é fundamental no mundo corporativo?

Um profissional que se comunica de maneira assertiva sabe se expressar de forma honesta, clara e concisa. Ou seja, gerando muito menos ruídos na comunicação e obtendo melhores resultados.

 

 

 

Será que eu tenho uma comunicação assertiva?

 

Provavelmente você deve estar se perguntando: será que eu tenho uma comunicação, verdadeiramente, assertiva?

Para responder essa pergunta, faça uma autorreflexão. E, para te ajudar, separamos aqui algumas situações que refletem que você não está sendo assertivo:

  • não saber rejeitar os pedidos que são feitos;
  • dizer sempre sim ou ter dificuldade em dizer não para os outros;
  • sentir dificuldade em expressar diferenças de opinião;
  • ter dificuldades para explicitar de forma clara sentimentos positivos e negativos;
  • não conseguir desenvolver linhas de raciocínio ou pensamentos com início, meio e fim;
  • ter dificuldades em aceitar críticas construtivas.

 

Convido você a fazer essa autoanálise: afinal, como anda sua comunicação? E, no caso de você concluir que sua comunicação não é tão assertiva assim, não se preocupe: é possível desenvolver essa habilidade. Tente estruturar a mensagem de maneira mais lógica e, sempre que possível, tente resumir a ideia.

 

E que tal continuar se informando? Separamos aqui outros 4 (quatro) posts que, certamente, vão te interessar:

 

Habilidades comportamentais e sua importância do atual mercado de trabalho

Gestão por competências: o que é e boas práticas [Guia Rápido de RH]

Como melhorar o clima organizacional na minha empresa?

Teste DISC: entenda como é, como funciona e quais são suas vantagens

 

E para você se manter sempre atualizado e acompanhando as novidades sobre RH e Gestão de Pessoas, continue seguindo o Benefi.