Como ser mais produtivo trabalho em casa

26-03-2020

Como ser mais produtivo trabalhando em casa – Dicas!

Saiba quais são os principais obstáculos e distrações do home office e como ser mais produtivo trabalhando em casa.

 

Por uma razão mais do que inesperada, 2020 foi o ano em que milhões de brasileiros tiveram de trabalhar de casa em quarentena. Mas a realidade é que o home office já era uma tendência muito grande no mercado como um todo. Tornando-se um benefício desejado por inúmeros profissionais.

Trabalhar em casa nos afasta daquele stress de trânsito parado, metrô e ônibus lotado. E, como se isso já não fosse o suficiente, ainda sobra mais tempo para ficar com a família, praticar exercícios, estudar, ou até mesmo programar o despertador para tocar um pouquinho mais tarde.

Mas, na prática, não é este mar de rosas todo. Pelo menos não sem alguns cuidados.

Trabalhar remoto exige muito mais comprometimento e responsabilidade do que de um escritório. Além disso, não é todo mundo que tem uma estação de trabalho confortável em casa. Em um dia, a mesa da cozinha parece maravilhosa, mas depois de um tempo surge uma dor aqui, outra ali, junto com distrações que parecem irresistíveis quando seu chefe ou colegas de equipe não estão por perto.

Quando somos novatos no trabalho remoto é muito comum nos pegarmos pensando, “será que estou produzindo o que eu deveria?”. Ou até pior: “trabalhei o dia inteiro, mas parece que não fiz nada!”.

Mas calma, tudo é uma questão de prática. Depois de acostumado, talvez você nunca mais queira entrar em um escritório na sua vida. A não ser que a gente esteja falando do quartinho que você equipou dentro do seu apartamento 🙂

Para te ajudar, escrevemos este post apontando os principais problemas que você vai encontrar, e algumas super dicas para te deixar produzindo a todo vapor.

 

home office como ser produtivo em casa

 

As principais distrações para quem trabalha em casa (e os problemas gerados por elas)

Aumentar a produtividade é uma questão de autoconhecimento. Conforme você vai entendendo o que prende mais sua atenção, ou o que te “atrasa” na rotina de trabalho, vai conseguindo criar estratégias para superar estes obstáculos.

Mas, como bons seres humanos, adoramos repetir os erros uns dos outros. Assim sendo, separamos aqui as principais distrações para quem é iniciante no trabalho remoto.

 

O que pode te distrair trabalhando em casa

 

Grupos de WhatsApp: 

Principalmente em momentos sérios como é o caso do coronavírus, ou pré-eleições, ou até mesmo em dias pós futebol, o WhatsApp se torna o inimigo número 1 da produtividade. Neste período, é preciso ter muito cuidado e tomar providências para não se tornar refém do celular. Ainda mais em casa, onde não existe aquele medo de parecer que não estamos trabalhando.

 

Sites de notícias: 

Mesma lógica do tópico anterior, com a vantagem de não apitar e fazer aparecer um push na sua tela. O problema dos sites de notícia é que eles são milimetricamente planejados para que você clique no máximo de matérias possível. Você abre o seu portal favorito para buscar algo em específico, e quando percebe tem quase uma dezena de abas abertas no computador. De novo, cuidado! Se você se encontrar perdido em meio a um mar de conteúdos, é preciso criar um “chefe imaginário” e se cobrar você mesmo.

 

Limites entre trabalho/família: 

Esta é uma questão bem delicada. Ainda mais durante a quarentena, quando fica todo mundo em casa. Você está ao alcance dos seus filhos ou parceiro(a). Então te chamar para “mostrar uma coisinha” fica muito mais fácil. Por mais chato que possa ser resolver este problema, é necessário criar algum tipo de limites o quanto antes. Caso contrário, isso pode se refletir não só na sua produtividade, mas como no relacionamento em si.

 

Notificações no celular: 

Quantas notificações no seu celular você realmente precisa olhar? Independente de checar ou não, vibrando ou apitando, elas irão tirar sua atenção de alguma maneira. Uma dica interessante é desligar as notificações do máximo de aplicativos que puder, e, se não for possível fazer isso no Whats, pelo menos silencie os grupos que não estão relacionados ao trabalho.

 

Almoço e café da manhã estendido:

Quando você trabalha de casa, não existe ponto e nem horário de ônibus. Isso é ótimo! Mas, às vezes, a ausência de pressão pode te fazer passar um tempinho a mais na mesa, nem que seja olhando pro prato. Comer com calma é fundamental para sua saúde, e aquele papo depois da refeição também tem seus benefícios. Mas às vezes, exageramos. Coisas de 10, 15 minutos, que acabam se tornando uma hora inteira caso surja algum imprevisto e você tenha que alterar sua pauta.

 

O que vai acontecer se você não resolver isso logo:

No início do texto comentamos que o trabalho remoto exige muito mais responsabilidade. É aqui que isso se encaixa. Pois, caso você não tome uma atitude para reduzir algumas distrações, você vai acabar trabalhando ao longo de 10, 12 horas espaçadas para conseguir cumprir uma meta que poderia ser atingida em 8 ou menos. Quando isso acontece, trabalhar em casa perde todo sentido.

Uma coisa é trabalhar até as 21h em um dia específico porque você planejou uma atividade de 2h no meio da tarde. Outra, é isso se tornar a rotina.

Pesquisas indicam que nosso tempo de produtividade máxima está entre 60 a 90 minutos, pois é o período que nosso cérebro consegue ficar focado em uma só tarefa. Entre um sprint e outro, intervalos curtos (15-20min) são mais do que bem-vindos. O problema é que quando trabalhamos em casa, as distrações chegam com mais facilidade, e podemos facilmente nos desconectar com menos de uma hora de foco ou então nos passar no tempo de descanso.

Acredite. Quanto mais curtos e desordenados forem os seus momentos de produtividade, mais você demora para pegar no tranco, e menos horas você tem para se desligar do trabalho por completo. Até porque, enquanto a pauta não acaba, sempre vai ficar aquela sensação de dívida. O que pode ter um reflexo bem ruim na sua produtividade e na sua qualidade de vida. E o cenário deveria ser justamente o contrário.

 

Como ser mais produtivo trabalhando em casa:

Bom, chega de terrorismo! A verdade é que todo cenário tem seus prós e contras. Quando você consegue resolver os problemas do trabalho remoto, pode encontrar nele a rotina de vida que sempre sonhou.

Ao longo do texto, conforme apontamos os problemas, também sugerimos alguns insights de como resolvê-los. Neste tópico vamos te dar dicas específicas para você se tonar mais produtivo no trabalho em casa.

 

Crie uma rotina

Não estamos falando daquele conceito chato de rotina, onde você faz a mesa coisa todo santo dia, e tem tudo 100% planejado. Mas estipular alguns limites é uma ótima escolha para se sentir mais produtivo. Por exemplo: defina um horário pra acordar, um horário para tomar café e outro para almoçar. Defina quais são os momentos do dia que você quer produzir mais. Enfim, crie “espaços” que devem se repetir ao longo da semana, e adapte suas demandas a eles.

 

Pense no seu cardápio

Poderíamos falar sobre alimentação saudável, o que com certeza influencia na sua produtividade. Mas o objetivo do tópico é outro. Para quem precisa cozinhar a própria comida, eventualmente vai perceber que preparar um prato novo todo dia demanda tempo. Por isso, se inspirar na galera fit (mesmo que não seja o seu caso) e preparar viandas que você pode aquecer na semana vai te ajudar a reduzir  o tempo de cozinha e aumentar o de descanso, quem sabe você poder até tirar uma soneca (!).

 

Planeje a sua semana e o seu dia

Esta é uma das dicas mais importantes. Todo início de semana, planeje o seu objetivo. Defina uma (ou mais, dependendo de como for o seu trabalho) demanda principal para cada dia, e a partir disso separe as demais. Isso te ajuda a conseguir focar muito mais quando você for iniciar uma tarefa, pois você sabe que se fizer tudo certinho, no final da semana tudo vai estar nos conformes.

No início de cada dia, liste todas as tarefas que você precisa fazer, e vá “riscando” conforme são concluídas. Tendo a semana planejada, caso você não consiga atingir um dos objetivos diários, fica mais fácil saber quando é melhor encaixar esta tarefa ou se será necessário um replanejamento geral.

Algumas pessoas utilizam aplicativos para organizar sua rotina. Outras, não abrem mão do bom e velho Excel. Para aqueles que acham isso tudo muito chato, uma sugestão é o Bullet Journal, uma agenda que você preenche com as próprias mãos e que tem quase a mesma agilidade e organização que um programa de computador.

 

Comece o dia com as tarefas mais difíceis

Cada pessoa tem a sua própria estratégia para se tornar mais produtivo. Não existe uma regra. Mas esta ideia que encontramos na Newsletter do site HackLife é bem interessante para quem trabalha em casa. É o exemplo de Dan Brown, escritor de best-sellers que afirma em sua MasterClass ter a meta de escrever 365 dias por ano, das 4h às 11h da manhã.

Este exemplo é de certa forma extremo para a maioria. Mas inspirou uma dica bem interessante: tente ter a tarefa mais difícil do seu dia concluída, ou pelo menos bem encaminhada, até o meio dia.

Normalmente, temos uma tendência de usar a parte da manhã para fazer justamente o contrário. Para quem trabalha em casa, isso pode resultar em trabalhar até bem mais tarde, já que não existe horário para ir embora. Quando você adianta este item nas primeiras horas do dia, ganha a tarde para finalizá-la com calma, e sobra mais tempo para dar atenção às tarefas menores.

 

Converse com a família e crie limites

Já falamos sobre isso anteriormente. Mas vale repetir, e insistir para que isso seja feito com calma e carinho, para não resultar em discussões. Defina uma estratégia para que você não seja interrompido em seu horário de foco em casa, e assim você tem tudo para conseguir encerrar sua jornada de trabalho no horário certo.

 

Faça o seu cantinho

Somente quando você não tem uma mesa e uma cadeira adequada você será capaz de compreender o verdadeiro valor destes objetos. Trabalhando em casa então, nem se fala. Não é questão de conforto, mas sim de prevenir dores e futuros incômodos no seu corpo.

Além disso, é importante criar o “seu cantinho”, um lugar onde você se sente bem e motivado para trabalhar. Se no escritório colocamos fotos da nossa família, penduricalhos e coisas do tipo, em casa não precisa ser diferente.

 

Encontre um lugar descontraído da casa para determinadas tarefas

Todo mundo tem uma parte do seu trabalho que gosta menos. Fazer uma mini pesquisa, preencher um relatório, enfim, nomeie você mesmo. Para quebrar um pouco a rotina, você pode realizar estas tarefas em outros lugares da casa que não  a sua mesa. Para quem tem pátio ou sacada em casa, a dica é perfeita. Mas também funciona para qualquer canto com sol, ou até mesmo o seu sofá. Desta forma, você consegue realizar a demanda mais relaxado (no bom sentido da palavra) e com mais atenção.

 

Deixe o seu celular longe em momentos estratégicos

Ao longo deste texto batemos bastante na tecla das distrações para quem trabalha em casa. E o celular é a principal delas. Talvez o seu trabalho não te permita ficar longe dele por muito tempo. Mesmo assim, você pode escolher alguns momentos do dia (aqueles sprints de 60-90min, quem sabe) para deixar o seu smartphone lá longe e focar em uma tarefa importante. Isso não só evita que as notificações tirem sua atenção, como também funciona como um gatilho para buscar a concentração máxima neste período. Só não vale esconder o celular e abrir o Whats no computador!

Outra estratégia interessante é adotar o Slack para se comunicar com sua equipe. Desta forma, você consegue falar com seus colegas sempre que preciso, e fica longe da tentação de conferir o que estão falando nas outras conversas do Whats.

 

Não lute contra o seu corpo

Se uma tarefa está te deixando exausto, dê uma olhada no relógio. Faz quanto tempo que você está nesta mesma demanda? Se já passou bem mais de uma hora, relaxe! Esqueça o problema por uns minutos e aproveite o conforto da sua casa. Sente no sofá, lave a louça (para alguns, isso é até uma terapia), brinque com o cachorro, converse com quem estiver em casa com você. Passado este período, você estará com as ideias renovadas e pode voltar ao trabalho.

Para quem tem mais controle sobre seus horários, a dica se estende um pouco mais. Tem dias que você simplesmente não está bem. Havendo a chance, você pode pôr na balança: será que não vale mais a pena descansar agora e compensar em outro dia ou horário? Fingir para você mesmo que está trabalhando não vai te levar a lugar nenhum, bem pelo contrário, só vai alongar sua jornada em cima da mesma tarefa. Nestas horas, é bom ser sincero, pois algumas vezes será só preguiça mesmo. E, assim como falamos antes, este tipo de momento deve ser a exceção, e não a regra.

 

Autoconhecimento

A prática do autoconhecimento é uma grande aliada da sua jornada de trabalho em casa. E muito tem a ver com o tópico anterior. Saber exatamente o que você está sentindo, o que está provocando isso. Se é só preguiça, ou se é algo que você precisa dar atenção neste momento.

Existem várias práticas para isso. Tem terapia, tem aquela meditação bem alternativa que você encontrou no Youtube, curso online, e também aquele coach que vai te ajudar e se tornar uma “melhor versão de você mesmo”. Cada um tem sua praia. Mas se o seu objetivo é se tornar mais produtivo, aqui está um caminho que pode se mostrar bem interessante.

 

Gostou das nossas dicas? Recomendamos a leitura deste outro artigo que escrevemos sobre trabalho remoto, focado em ajudar gestores e profissionais de RH a implementar a prática na sua empresa.